10 restaurações de obras de arte que não deram nada certo

Restaurar uma obra de arte pode ser um risco muito grande e a pessoa que for fazer deve ter responsabilidade, entendimento e saber usar as técnicas para que o trabalho não fique desproporcional.

Algumas restaurações estéticas dão a impressão de que foram feitas por amadores, e seus resultados acabaram não agradando ao público. Entretanto, alguns desses erros grotescos acabam deixando a obra até mais famosa.

Hoje nós trouxemos uma seleção de obras de arte que foram restauradas e não ficaram nada boas.

1 -Tutancâmon

Durante uma restauração, a barba de Tutancâmon foi quebrada pelos funcionários da empresa. O Museu Egípcio, no Cairo, colou um material inadequado para restaurações, repare na linha amarela entre a face e a barba.

2 – A Virgem e o Menino com Santa Ana

A obra de Leonardo da Vinci foi restaurada por curadores do Museu do Louvre, em Paris, no ano de 2012. Entretanto, o verniz usado na restauração ficou mais claro, dando um tom mais evidente na obra, o que vai de encontro à ideia original do pintor.

3 – Grande Muralha da China

Um pequeno trecho da construção milenar foi reparado no ano de 2013, porém para a reconstrução foi usado cimento branco e areia, o que tornou o monumento bem diferente do inicial.

4 – Grafite de Banksy em Londres

Esta obra foi inspirada nos protagonistas de “Pulp Fiction”. O grafite foi criado pelo artista urbano Banksy, e foi destruído pelos funcionários municipais de Bristol, que o cobriram com tinta. Dizem as boas línguas que o trabalho foi destruído por engano…

5 – Pirâmide escalonada de Djoser

A pirâmide de Zoser foi reconstruída e deram-lhe uma aparência mais moderna. Mas, o dano que causaram na estruturas da pirâmide são irreparáveis, visto que ela começou a sofrer com deslizamentos de terra.

6 – Afrescos da Capela Sistina

Com muitas divergências, a restauração da obra prima de Michelangelo foi feita. Alguns restauradores diziam que todas as camadas de gordura e sujeira no teto eram resultado das velas que por anos ficavam acesas na capela. Mas, James Beck discordou dos demais artistas e preferiu acreditar que Michelangelo poderia ter usado a fuligem misturada com cola para enfatizar as sombras e melhorar a definição de áreas escuras e secas. O fato é que o resultado não agradou.

7 – Escultura de Marte e Vênus

A imagem já fala por si. A reconstrução da mão da escultura não ficou nada boa.

8 – Ecce Homo

Restaurada em 2012 pela pintora Cecilia Giménez, que não tinha o mínimo de experiência para atuar na restauração, o resultado foi desastroso e se tornou-se um dos casos mais famosos de restauração que deu errado.

9 – Afrescos da Dinastia Qing

Os afrescos do templo budista de Yunjie, foram repintados quando começaram a se desgastar, entretanto, o resultado ficou com cores fortes que lembram um trabalho de pop art.

10 – Mosaicos de Hatay, Turquia

restauração

Esta restauração foi um completo desastre. Após serem restaurados, os mosaicos perderam todo o seu valor, segundo especialistas, tornaram-se caricatos demais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.