6 distúrbios do sono que certamente te deixarão com medo de dormir

O sono deve ser aquela parte relaxante do nosso dia em que permitimos que nossos corpos e mentes se acalmem para que possam se recuperar, deixando-nos energizados e prontos para enfrentar o dia seguinte. Para algumas pessoas com certos distúrbios do sono raros, no entanto, coisas estranhas acontecem durante o sono. Coisas tão estranhas que podem ser, na melhor das hipóteses, aterrorizantes para o sofredor e, na pior delas, mortais.

Veja só 6 distúrbios do sono que certamente te deixarão com medo de dormir:

6 – Terrores noturnos

Terrores noturnos é um distúrbio do sono que deixa você com medo enquanto dorme ou acorda repentinamente do sono devido a um terrível pesadelo que é muito real. Geralmente, os terrores noturnos ocorrem em crianças, mas também podem afetar adultos. Os terrores noturnos ocorrem durante o pré-estágio do sono REM, conhecido como sono de movimento não rápido dos olhos (NREM).

Às vezes os terrores do sono são tão intensos que você acorda gritando e até chorando. A ciência médica não conseguiu encontrar o mistério por trás dos terrores do sono. Os terrores noturnos são um pouco diferentes de um pesadelo, que na verdade é um sonho ruim que deixa você assustado. O terror noturno, por outro lado, ocorre com menos frequência e deixa você extremamente aterrorizado. Terrores noturnos têm ligações com sonambulismo e com o histórico genético de seus pais ou antepassados. Se sua família ou antepassados ​​tiveram terrores do sono, então você tem grandes chances tê-los. Como esse distúrbio do sono está diretamente ligado ao sistema nervoso central e ao cérebro, o mistério exato por trás desse problema ainda não é conhecido.

5 – Paralisia do sono

A paralisia do sono é uma das condições mais assustadoras que alguém pode experienciar. O paciente que sofre de paralisia do sono tende a entrar em estado vegetativo ao acordar do sono. A condição prevalece quando o cérebro e o sono não estão em sincronia. Os pacientes às vezes têm medo de ir dormir por acordarem paralisados ​​e incapazes de se mexer ao despertar. A paralisia do sono é às vezes acompanhada de alucinações terríveis e sofrimento mental, podendo levar de alguns segundos a uma hora. Os pacientes em um estado de paralisia prolongada do sono tendem a sofrer de terrores noturnos, onde o paciente alucina um intruso no quarto e às vezes uma sensação de estrangulamento no peito ou no pescoço.

4 – Síndrome de Kleine-Levin (KLS)

KLS é um distúrbio do sono excessivo muito raro e complexo relacionado ao sistema nervoso que ocorre em episódios. Este distúrbio é conhecido como “Síndrome da Bela Adormecida”, uma vez que os pacientes dormem por mais de 15 a 20 horas durante um único episódio. Outros sintomas incluem mudanças distintas de humor e hiperfagia. Os episódios são recorrentes na natureza, onde um único episódio pode durar uma semana e não mais de um mês. Os episódios recorrentes duram mais de uma década. Os pacientes geralmente experienciam 20 episódios em um período de uma década.

Um caso ocorreu com Beth Goodier, de Stockport, na Inglaterra, na qual a menina, aos seus 16 anos de idade, começou de repente a sentir muita fatiga e a desmaiar de cansaço em casa, não acordando após no mínimo 18 horas todos os dias. “Ela não se lembra de seu 17º ano e provavelmente não se lembrará muito deste ano também”, disse a mãe de Beth. “Ela está atualmente “adormecida” pelos últimos dois meses e meio”.

3 – Violência do Sono

A violência do sono é um comportamento agressivo que ocorre durante o sonambulismo, como fazer movimentos baseados no que está ocorrendo nos sonhos e cometer crimes enquanto se está inconsciente, como chutar ou bater em outras pessoas ou em si mesmo.

Os pacientes que sofrem desse distúrbio comportamental do sono tendem a comer e beber mais, e às vezes, durante o sono. A pior parte sobre esse distúrbio é que o distúrbio pode levar ao assassinato ou estrangulamento do próprio parceiro ou parente. A privação do sono, o estresse e os ciclos erráticos do sono são algumas das causas comuns da violência no sono. A boa notícia é que a violência do sono possui medicamentos e tratamentos que podem tratar com eficiência o distúrbio.

2 – Síndrome da Morte Súbita e Inexplicável

Síndrome da Morte Súbita e Inexplicável também conhecida como Síndrome da Morte Noturna Súbita e Inexplicável (SUNDS) ou “morte na cama” é a morte de adultos ou adolescentes durante o sono. A parte assustadora é que até homens saudáveis ​​podem morrer durante o sono sem nenhuma explicação. Esse distúrbio está diretamente relacionado a falhas cardíacas e atividades irregulares do coração durante o sono.

O SUNDS é um dos distúrbios do sono mais assustadores e mortíferos do mundo, afetando cada vez mais pessoas dos países do sul da Ásia, como Tailândia, Cingapura, China e Filipinas. Considera-se que este distúrbio tem uma ligação genética com essas etnias. A única maneira possível de prevenir o distúrbio é pela implantação de um desfibrilador.

1 – Insônia Familiar Fatal (FFI)

Insônia Familiar Fatal (FFI), é um distúrbio do sono raro e um dos distúrbios mais perigosos de todos. FFI cai sob um distúrbio genético raro que é uma doença hereditária autossômica dominante do cérebro. A pior parte é que esse distúrbio não tem cura conhecida. Os sintomas da doença incluem insônia, alucinações, estado de confusão e delírio. A parte assustadora é que o paciente em média sobrevive por apenas 18 meses. Pílulas de dormir não mostraram efeitos nos pacientes que sofrem com a doença. Alguns pacientes não conseguem dormir continuamente por 5 dias e alguns nunca dormem. De modo que alguns pacientes chegam até a morrer por privação de sono.

[ListAmaze]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.