5 criminosos que simplesmente sumiram e nunca foram encontrados

Criminosos que são capturados normalmente querem fugir e sumir de vista, escapando da lei e vivendo seus dias em liberdade em vez de por trás das grades onde pertencem. Embora a grande maioria não tenha sucesso (a maioria na verdade nem tenta), ocasionalmente, alguns criminosos surpreendentemente conseguem simplesmente desaparecer. E esse o caso dos que você verá a seguir.

Veja só 5 criminosos que simplesmente sumiram e nunca foram encontrados:

5 – Frank Morris, John Anglin e Clarence Anglin

Três homens – Frank Morris, John Anglin e Clarence Anglin – foram presos na famosa prisão de Alcatraz de segurança máxima de São Francisco e de alguma forma acabaram conseguindo escapar. Morris, juntamente com os irmãos Anglin, planejaram sua ousada fuga por anos antes de colocarem o plano em prática em 11 de junho de 1962.

Eles rastejaram pelos canos para chegar ao telhado da prisão, de onde desceram por uma grande chaminé para finalmente chegar ao litoral. Para onde foram é um mistério, embora muitos acreditem que os homens morreram antes que alcançassem a liberdade, se afogando nas correntes turbulentas da Baía de São Francisco. Uma insana perseguição se deu em seguida, porém seus corpos nunca foram encontrados.

4 – Lord Lucan

Richard Bingham, o 7º conde de Lucan, era um nobre britânico que desapareceu misteriosamente após o assassinato da babá de seus filhos, Sandra Rivett, em novembro de 1974. Mais tarde, ele foi acusado pelo crime, em grande parte porque sua própria esposa, a condessa de Lucan, o nomeou como o assassino.

Quando ele foi oficialmente declarado morto em 1999, a polícia continuou a investigar os supostos avistamentos de Lord Lucan por muitos anos.

Teorias sobre o que aconteceu com Lucan variam. Alguns acreditam que ele fugiu para a Índia; já outros pensam que ele cometeu suicídio. Um relatório em 2007 afirmou que um detetive de Scotland Yard estava investigando se Lucan estava se escondendo sob o nome de Roger Woodgate em Marton, Nova Zelândia. Talvez nunca possamos saber exatamente o que aconteceu, ou se Lord Lucan era, de fato, um assassino.

3 – Rocco Perri

O chefe canadense de um crime organizado, Rocco Perri, entrou para o crime quando jovem, depois de ser demitido enquanto trabalhava no Projeto do Canal Welland e trabalhar em uma variedade de estranhos empregos nos anos intermediários. Depois que a Lei da Temperança de Ontário de 1916 cortou a venda legal e a distribuição de álcool, Perri começou uma operação de contrabando junto com sua esposa Besha Starkman. Ele eventualmente passou a ser conhecido como “Rei das Garrafas do Canadá”, embora ele nunca tenha obtido o respeito de seus parceiros de tráfico dos EUA.

Perri desapareceu em abril de 1944 em Hamilton, Ontário. Nunca ouviram falar sobre ele novamente e nenhum corpo foi encontrado. Costuma-se acreditar que seu corpo foi depositado na Baía de Hamilton após ter sido morto de alguma maneira.

2 – Joseph Shexnider

Quando Joseph Shexnider, de 26 anos, desapareceu em janeiro de 1984, sua família suspeitava que ele estava fugindo da lei. (Ele perdeu a audiência do tribunal distrital pela posse de um veículo roubado). Shexnider também havia desaparecido algumas vezes antes, incluindo um incidente quando ele fugiu e se juntou a um circo. Mas ele estava realmente fugindo, ou ele foi vítima de uma jogada? Durante 27 anos, o desaparecimento de Shexnider foi um mistério – ele simplesmente desapareceu.

Então, em maio de 2011, os restos de Joseph Shexnider foram encontrados dentro de uma chaminé de tijolos em um aterro em Abbeville, Louisiana. A polícia diz que não tem certeza de por que Shexnider entrou na chaminé – e que não sabem exatamente como ele morreu, embora suspeitem de fome/desidratação.

1 – D.B. Cooper

D.B. Cooper desapareceu depois de sequestrar um avião da Northwest Orient Airlines em novembro de 1971. Cooper, que deu seu nome como “Dan Cooper”, exigiu US $ 200.000 e dois paraquedas do governo dos EUA, que ele recebeu.

Então, enquanto o avião voava sobre o Noroeste do Pacífico, Cooper preparou seu paraquedas, garantiu o dinheiro do resgate e pulou do Boeing 727, no céu frio e noturno sobre as Montanhas Cascade. Nos anos desde o sequestro, o FBI encontrou literalmente milhares de pistas porém nunca o homem propriamente dito. Alguns acreditam que Cooper não poderia sobreviver ao salto que ele fez; outros teorizam que Cooper escapou, possivelmente com a ajuda de um cúmplice. De qualquer maneira, Cooper sumiu e seu paradeiro continua um mistério até hoje.

Bizarro, não?

Fonte Ranker
2 Comentários
  1. Leonardo Brandao Diz

    Muito interessante! O caso do D.B. Cooper É incrível!! Dá pra fazer um filme, taí uma sugestão de matéria, assassinatos reais que viraram filmes.

  2. Lucas Oliveira Diz

    Na série Prison Break aparece a história do D.B. Cooper, que tá preso no mesmo presídio que o Michael e ainda acaba auxiliando na fuga. Quem viu sabe do que estou falando, muito f*da.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.